11 de maio de 2021
Notícias

Pesquisa: 83% dos adolescentes estiveram mais conectados em 2020

Dados revelam que conexão virtual com amigos durante a pandemia cresceu e psicóloga afirma ser caminho natural

A vacinação contra a Covid-19 no Brasil alcançou cerca de 10% da população. Mas, enquanto a totalidade dos brasileiros não é imunizada, o isolamento e distanciamento social foram e continuam sendo alternativas mais eficientes no combate ao vírus. Por consequência, neste cenário, quase 60% dos adolescentes que estão nas redes sociais afirmaram que se sentiram solitários durante o ano de 2020.  

Os dados são referentes a uma pesquisa do Yubo, aplicativo de relacionamento que coletou as informações com adolescente a partir dos 13 anos de idade. Este público também declara que, para manter o contato com amigos, aumentou o tempo de conexão na internet. De acordo com a psicóloga e coordenadora de Psicologia da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau em Teresina, Dayane Arrais, essa reação é natural e tem como causa a imposição de atividades remotas e a ansiedade causada pela pandemia.  

"Estar afastado dos amigos, e ter que se adaptar a uma realidade adversa, com certeza traz consequências como os sentimentos de ansiedade e solidão. Por estar isolado, o adolescente tende a se cobrar mais, ficar mais nervoso com o que produz nas atividades escolares e, por isso, tende a se conectar por mais tempo com amigos de forma remota, em busca de alívio e apoio mútuo", pontua Dayane.  

A pesquisa apontou ainda um aumento no tempo de interações virtuais para 83% dos entrevistados que, segundo explica a psicóloga, também está relacionado à necessidade inerente ao ser humano de compartilhar sentimentos e momentos com um grupo seleto.  

"O que acontece é que esses meninos e meninas são, de fato, uma geração mais conectada naturalmente. Quando precisamos nos isolar, algo comum se une à necessidade, ou seja, mais internet para pessoas que já são mais 'online'. Assim, apesar de muitos afirmarem estar mais sozinhos no mundo real, se tornaram mais presentes no virtual. Isso é um caminho natural", declarou Dayane Arrais.    

Ainda que conectados, alguns jovens ainda podem continuar se sentindo sós, o que não é saudável. Desta forma, a Clínica Escola de Psicologia UNINASSAU Teresina oferece atendimento psicológico gratuitamente para a comunidade. Para agendar uma consulta, o interessado deve entrar em contato pelo número (86) 99987-5239 e solicitar o acolhimento.

0 Comentários

Dê sua opinião: